quarta-feira, 19 de julho de 2017

sábado, 10 de junho de 2017

ApoioBot 2017 - Robótica e Aprendizagem

Ideias, estudos, criação de robôs, inovação em estratégias são algumas das motivações que nos fazem ser ApoioBot. 
Que a nossa caminhada te inspire e renove tua capacidade de acreditar que o mundo pode ser melhor!


video






quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Ciências, Robótica,professores e alunos a serviço da natureza no Colégio Apoio

(Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife)

Acessem:

http://oxerecife.com.br/2016/12/14/ciencias-roboticaprofessores-e-alunos-servico-da-natureza-no-colegio-apoio/

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Nosso Robô Rapadura em Ação! Para Inspirar a temporada. #FLL #ApoioBot #AnimalAllies

ROBÔ RAPADURA EM AÇÃO
APOIOBOT 
ANIMAL ALLIES 2016

Core Values - First Lego League - #ApoioBot #AnimalAllies #FLL

Como vivemos a nossa experiência 2016 - #AnimalAllies

CORE VALUES 




- Revelação:
Na nossa equipe há uma divisão equilibrada entre as três áreas da FLL.
·       Nosso robô foi pensado estrategicamente para ser prático, por isso o fizemos em tamanho médio e modular. Fizemos a programação em blocos para facilitar o entendimento e o lançamento durante a competição.
·       Na pesquisa, nosso foco foi para animais que geram grande impacto em nossas vidas e em como poderíamos ajuda-los, então percebemos as consequências do sumiço das abelhas, que nos atinge diretamente, por sua grande importância na produção de alimentos. Criamos o KaKeiraFlor, um lugar para homens e abelhas.
·       No core, tivemos várias vivências marcantes, que nos fizeram abrir a mente. Exemplo: nosso amigo, Joaquim Gusmão, que comentou uma experiência vivida por ele: sua participação em uma atividade lhe mostrou o rumo que tomaria dentro da equipe.
No inicio do ano, cada um deu sua opinião a respeito de sua posição na equipe. A partir daí, foi dividido levando em consideração a vontade de cada participante.
A maior parte do grupo mal se conhecia. Hoje, não somos apenas colegas, somos uma família.



- Integração
Nossa equipe acredita e usa os Core Values no dia a dia. Um bom exemplo da integração feita por nós é aceitar as dificuldades encontradas pelos colegas, e em vez de criticar, ajudá-los, como na busca para terminar as missões na mesa, desenvolver a pesquisa e encontrar soluções.
Fazemos o que gostamos por isso nos divertimos quando juntos trabalhamos.
 Em nosso grupo, todos têm grande importância e contribuem com novos pensamentos, pra gente, ideias são sempre bem vindas.

- Inclusão
Nosso grupo sempre foi muito unido, estamos sempre nos ouvindo e nos ajudando, até mesmo quando realizamos atividades diferentes. Sempre compartilhamos o que fazemos para que todos da equipe saibam de tudo.
Recentemente, nossa equipe passou por um processo de mudanças, em que três integrantes saíram por motivos pessoais e outros três entraram o que poderia ter nos atrapalhado, mas não mexeu com nosso ânimo e muito menos prejudicou o andamento do trabalho. Na verdade, este foi um estímulo a mais que obtivemos para alcançar nossos objetivos. Além disso, o trabalho em si já é uma inclusão, de conhecimento e experiências, tanto pessoais, quanto coletivas.

- Coopertition
Nós prezamos pelo espírito de competição amigável, mesmo estando num torneio, procuramos ajudar outras equipes. Um exemplo disso é a videoconferência que fizemos com a equipe WolfBots e com a FrancoDroid, em que discutimos sobre as três áreas da FLL, trocando ideias importantes para o torneio. Além disso, temos o nosso blog e a página do Facebook, onde compartilhamos vivências e estamos sempre abertos a criticas e sugestões. Entre nós, também não é diferente, estamos constantemente apresentando o que fazemos para os outros integrantes, para que todos saibam de tudo.

- Outros
Nós sempre trabalhamos como uma equipe unida em tudo que fazemos e também respeitamos as ideias de todos, como por exemplo, nas missões da mesa e no projeto de pesquisa, quando trabalhamos juntos respeitando as ideias dos outros e discutindo a melhor solução, mesmo que não seja muito boa, a ideia tem o seu espaço.
Esse respeito e espírito de equipe foi demonstrada durante o processo de treinamento para uma competição interna, onde um dos robôs estava com um problema e um membro da outra equipe ofereceu ajuda e conseguiu resolver o contratempo.

Nossos horários de lanche e almoço também são momentos únicos. É muito bom viver a FLL assim.









FLL é socialização de conhecimento e conquistas! Conheça nosso Robô = RAPADURA

#ApoioBot #FLL #AnimalAllies
Vamos apresentar o robô Rapadura!

Analisamos a mesa, procurando espaços para delimitar o tamanho de nosso robô. Observamos as linhas para identificar os melhores sensores para o Rapadura. Usamos dois sensores de cor e um giroscópio.

Escolhemos a posição dos motores de garras na frente, pois percebemos que as garras de missões precisam de mais força, para a parte de trás do robô transferimos força através de engrenagens e outras peças. O Rapadura é dividido em módulos, para os sensores, motores de garra, base. A cada montagem terminada, fizemos uma simulação 3D no Lego Digital Designer, pois assim somos sistemáticos, e  registramos o que fazemos.

Analisamos todas as missões, assim criamos a nossa matriz de priorização, que relaciona pontuação e distância das missões em relação à base. Percebemos que as missões que estão perto e tem grande pontuação são as mais importantes e as que estão longe e dão pouca pontuação ficam em segundo plano, com isso construímos uma estratégia clara para obter a maioria dos pontos do jogo.

Depois de todas as estratégias e ideias sintetizadas, começamos a construir o nosso robô de forma modular, assim possibilitando a troca de partes, otimizando o tempo e o uso de peças para reparo e modificações. Buscamos fazer o robô o mais simétrico. Para equilibrar o peso exercido na parte frontal pelos motores, pusemos pesos na parte traseira.

Nossos módulos foram estrategicamente pensados para um complementar o outro, assim adquirimos uma construção sólida sem reparos, Concentramos grande parte do peso em cima das rodas para ganharmos mais atrito, gerando mais tração. Utilizamos rodas médias de perfil largo, para termos ao mesmo tempo equilíbrio apropriado da velocidade, força e precisão em todas as tarefas.

Criamos nossa programação baseada na matriz de prioridade e a dividimos em blocos, buscamos sempre fazer uma programação otimizada e comentada para que todos da equipe possam entender nossa estratégia, assim obtemos um código fluido e fácil para qualquer um entender. Fizemos o uso de várias estratégias de programação como: Aumento da potência com o tempo; utilizamos um algoritmo de proporcionalidade; Usamos o alinhamento com dois sensores para corrigir o posicionamento na mesa.

Utilizamos o recurso do My Block, pois ele reduz o tamanho da programação e impede possíveis erros em pequenos pontos. Sempre tentamos fazer uma programação multifuncional, ou seja, ao mesmo tempo em que o robô realiza uma missão pode realizar outra.

No desenvolvimento tentamos fazer uma programação mais enxuta e objetiva, nos prevenindo das possíveis condições que podem ocorrer durante o campeonato, garantindo o mesmo resultado todas ás vezes. Buscamos locomover o mover o robô com base nos sensores, como, alinhamento nas linhas, leitura do giroscópio, criando um robô mais autônomo, pois assim ele realizar a missão independente da intervenção do operador e falhas mecânicas.

Consideramos que o aspecto mais inovador do nosso robô é sua construção modular, que permite que tenhamos partes de reposição pré montadas e também a nossa programação, que pode ser facilmente entendida por qualquer um. Outro aspecto importante é que com o modelo 3D, pretendemos divulgar futuramente o nosso modelo para toda a comunidade, compartilhando o nosso conhecimento passo a passo.





















#ApoioBot - #FLL - #AnimalAllies